Quais são os critérios de posicionamento / rankeamento no Google?

Em reunião esse mês com um querido cliente, o mesmo me fez a seguinte pergunta: Quais são os critérios de posicionamento ou rankeamento no Google?

Refleti e dada a importância da pergunta resolvi abordar um artigo sobre isso.

Posicionamento no Google

Quando falamos em posicionamento no Google logo pensamos em um website. Pois é isso que encontramos na rede de pesquisa do Google. Um domínio após o outro.

Contudo, existem dois tipos de posicionamento (rankeamento) nessa rede de pesquisa. Um é o pago através de sua plataforma Google Adwords onde compramos palavras-chave para o público encontrar sites de anunciantes posicionados no começo e no fim da página de busca e o outro é o rankeamento na busca orgânica.

Nesse artigo falarei sobre a busca orgânica.

Veja também:

Opções de Concorrência de Palavras-chave

O Que é CTR e Qual a Sua Importância

Posicionamento no Google: Busca Orgânica

Sites posicionados na busca orgânica do Google são aqueles encontrados logo após os anúncios pagos. Correspondem a 10 domínios por página.

Hoje o ciclo de compra de um usuário passa por diversos canais na internet. Por exemplo: Anúncios pagos, mídias socias, busca orgânica e outros até decidir por sua compra.

Uma vez que um domínio está posicionado no orgânico do Google, de preferência na primeira página, as chances de vendas de um produto tornam-se maiores, já que um usuário pode querer relacionar sua pesquisa para decisão de compra a sites que possuem um bom rankeamento ou mesmo, logo na sua primeira pesquisa de compra, encontrar empresas  ali listadas entre os 10 domínios, que ofereçam o que ele busca e começar a conversar com elas.

Mas há o tipo do usuário que não quer comprar no momento da busca. Está apenas pesquisando informações sobre. Nesse processo é muito comum usuários conhecerem uma marca nesse modelo de busca. O que também aumentam as chances de uma marca vir a atendê-lo num futuro próximo.

Como Posicionar o Site na Busca Orgânica do Google?

Através das técnicas de SEO (Search Engine Optimization) ou seja, Otimização para Mecanismos de Busca.

Assim como o Google Adwords está para os anúncios pagos, o SEO está para o posicionamento de sites na busca orgânica dos mecanismos de pesquisa.

E é essa disciplina que adota os critérios de posicionamento.

Sendo o Google o principal mecanismo de busca do mundo, falaremos dele.

Critérios de Posicionamento / Rankeamento de Sites no Google

A plataforma de pesquisa do Google é baseada em algoritmos e a palavra de ordem desses algoritmos é relevância.

Essa relevância é o início da conversa com os robôs do orgânico do Google. É linkada diretamente com a busca que o usuário faz no mecanismo de pesquisa.

A maior satisfação do Google é entregar alta relevância em cada busca feita, determinando assim, quais serão os sites que deverão aparecer nas primeiras posições a cada solicitação de um usuário.

E aí a briga começa e entram os critérios, já que estar na segunda página não é um bom negócio pois, “não existe segredo melhor guardado que a segunda página do Google”. 

Assim sendo os profissionais de SEO aplicam técnicas nos websites que os tornam relevantes para certas pesquisas, fazendo-os subir de posição passando à frente de seus domínios competidores.

Técnicas de SEO para posicionamento no Google

Vou relacionar sem ordem de importância alguns critérios usados dentro das técnicas de SEO:

a) Manter um amigável código de construção do site. Por isso, muitos tem dificuldade em ter bom ranking com sites alugados, onde se muda somente o layout. Esses sites possuem muitos scripts para esconder o código fonte evitando cópias. E esses scripts são quase que rejeitados pelos algoritmos do Google.

b) O site precisa de um carregamento rápido. De novo. O site precisa de um carregamento rápido.

c) O site precisa ser responsivo. Ou seja, ultra-mega-blaster-top-A qualificado para celular.

d) Precisa adotar os critérios de HTML como meta tags, H1 a H5, links internos, títulos de imagens e outras semânticas.

e) Ter conteúdo original e relacionado com as buscas que pretende atingir.

f) Possuir um rico link building. Ou seja, ser referenciado por outros sites importantes para seu segmento de conteúdo.

f) Possuir uma navegação inteligente com páginas separadas por categorias de conteúdo. Aqui o arquiteto da informação se fará presente.

g) Ter uma estrutura de URLs amigáveis. Aquelas que possuem palavras e não numerações incompreensíveis.

h) Evitar que o site possua links quebrados.

i) Evitar taxas altas de rejeição de conteúdo.

j) E tipo mais umas centenas…

É importante ter em mente que a construção de um site otimizado para mecanismo de busca é lento e trabalhoso. Envolve muito pesquisa e dedicação por parte do profissional de SEO.

Posicionamento no Google: Minhas Dicas

Fujam de promessas do tipo:

“Eu consigo colocar seu site na primeira página do Google.” Pois isso pode ser uma louca utopia para muitos segmentos “tipo todos”.

Ou “Conseguirei um resultado em 6 meses”. Pessoal, para certos domínios e conteúdos isso pode ser impossível. O nome já fala. É Orgânico, Natural e Biológico. São necessárias muitas alterações e adaptações ao longo de meses.

SEO para Posicionamento no Google: Resultados

O trabalho de SEO só terá um resultado importante para a marca se inserido de num conjunto de ações efetivas dela para o mercado. Ele é a soma e não uma ação única.

Assisti muitas empresas pagando fortunas por um trabalho de SEO com o intuito de aumentar suas vendas e isso não aconteceu. Mesmo o site estando na primeira página. Por que? Porque não houve uma comunicação com seu mercado. Houve um trabalho técnico e isso não salgou a sopa.

A decisão de compra de um usuário passa, hoje, por diversos e não mais por um único canal. O modelo de atribuição do marketing joga luz sobre isso.

E para terminar, o trabalho de SEO envolve conhecimento de código fonte de site e aplicação adequada de conteúdo.

O código é manipulado. O conteúdo é criado. E precisa ser rico, único e original.

Isso dá autoridade para o domínio e o Google adora!

 

Leave a Comment